SINFEMP mobiliza servidores para paralisação dia 11

11O SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região está mobilizando todos os servidores públicos municipais de Patos e dos municípios de Malta, Condado, Vista Serrana, São José de Espinharas, São Mamede, Várzea, Santa Luzia, São José do Sabugi, Junco do Seridó, Quixaba, Cacimba de Areia, Passagem, Areia de Baraúnas, Salgadinho, São José do Bonfim, Mãe D’água, Santa Terezinha, Catingueira, Emas e Olho D’água, para paralisarem suas atividades na próxima sexta-feira, dia 11, contra a PEC 241, que agora tramita com o número 55 no Senado e todas as medidas tomadas pelo golpista Temer contra os trabalhadores, em especial aos servidores públicos municipais, estaduais e federais.

A presidente da entidade, Carminha Soares, está convidando todos os servidores, inclusive representação dos demais municípios, para se concentrarem na sexta-feira, dia 11, às 8 da manhã na Praça Edivaldo Mota, onde irá ser realizada uma manifestação pública.

O Presidente da CTB- Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil na Paraíba, José Gonçalves, afirmou que as mobilizações que devem ocorrer em todo o País se justifica em virtude do golpe sofrido pelos trabalhadores através do governo Temer, que desde o dia 31 de agosto retira direitos dos trabalhadores, rasga a constituição e a CLT, com conquistas importantes conseguidas através de muita luta desde o governo de Getúlio Vargas.

Carminha comunicou que o SINFEMP está entregando os ofícios a todas as prefeituras da paralisação da próxima sexta-feira, e espera que os servidores paralisem suas atividades e participem da manifestação promovida pela entidade.

Gonçalves ainda enfatizou a criminalização dos movimentos sociais, onde sem mandados judiciais, as polícias de São Paulo, Paraná, Mato Grosso e outros estados, estão invadindo sedes de entidades de luta, justamente para ameaçar as pessoas e praticar a mais forte violência. “Estamos vivendo um estado de exceção depois do golpe do dia 31 de agosto em nosso País”, assegurou o mesmo.

sinfemp.com.br

Comente com o facebook

Comentários

Deixe uma resposta