SINFEMP repudia comportamento dos vereadores de Malta

IMG-20160405-WA0000O SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, vem de público demonstrar a sua indignação com a Câmara Municipal de Malta na pessoa de seu presidente, Dodó, que colocou e aprovou  projeto de lei do PMAQ prejudicando os servidores da saúde, pois não foi retroativo aos anos anteriores, tendo esses funcionários perdido o repasse dos anos de 2013, 2014 e 2015 e além disso, a representante do SINFEMP foi impedida de usar da palavra para se posicionar sobre a referida lei.

Como se não bastasse, os secretários da administração e da educação estiveram reunidos na sede do SINFEMP em Malta e o da administração confirmou que os servidores da saúde que estão com seus salários congelados  a mais de 3 anos, teria um aumento e que seria definido o percentual com o gestor municipal Nael Rosa, mas no entanto, nada de aumento ou revisão salarial para a saúde e demais servidores municipais.

Além disso, teve vereador que defendeu o estatuto que tinha ido para a aprovação anteriormente com a aberração das 44 horas semanais e outras mazelas incluídas no referido projeto que prejudicava os servidores municipais.

Malta é o único município da base territorial do SINFEMP que não dispõe de um estatuto do servidor público municipal, baseando-se no estatuto do Estado da Paraíba.

O SINFEMP irá realizar assembleia geral com todos os servidores municipais para continuar na luta em defesa dos interesses de todos, para aprovação do Estatuto, aumento salarial, como também acionar a justiça contra os abusos praticados pela gestão municipal, em especial o número grande de contratados sem a realização de concurso público.

Na opinião da direção da entidade, pagar o salário em dia é uma obrigação, pois os servidores municipais precisam ter condições dignas de trabalho, revisão salarial e acima de tudo o respeito para com os mesmos.

sinfemp.com.br

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário