Servidores querem revisão salarial em Patos

IMG_20160202_113110192_HDROs servidores lotados nas secretarias de serviços públicos, infraestrutura, administração, agricultura, desenvolvimento social, desenvolvimento e habitação e meio ambiente, estiveram participando de reuniões convocadas pelo SINFEMP, para discutir a pauta da campanha salarial 2016.

Na terça-feira, 2 de janeiro ocorreu a reunião com os servidores que tem nível superior, a exemplo dos médicos veterinários, engenheiros agrônomos, químicos, florestais, nutricionistas, como também assistentes sociais, discutiram as condições de trabalho, como também a proposta salarial. Todos fecharam à proposta de R$ 300,00 em seus salários, retroativos a 1º de janeiro. Os assistentes sociais que ganham apenas R$ 1.200,00 trabalhando 30 horas semanais na Secretaria de Desenvolvimento Social, querem isonomia com as assistentes sociais da secretaria de saúde que ganham R$ 1.927,00 para 30 horas semanais.

IMG_20160202_175038757A tarde ocorreu mais uma reunião com representantes de 20 categorias, incluindo auxiliares de serviços, coveiros, educadores sociais, eletricistas, garis, vigias, jardineiros, motoristas, operadores de máquinas, encanadores, pedreiros, rodeiros, serventes de pedreiros, pintores, técnicos administrativos, técnicos agrícolas, técnicos em arquivo, técnicos do SUAS, técnico em informática, telefonistas, que discutiram as condições de trabalho, como também definiram a proposta salarial que será apresentada à gestão municipal.

Ficou deliberado que os servidores que ganham como gratificação atualmente de R$ 100,00, R$ 250,00 e R$ 300,00  querem uma revisão de mais R$ 150,00. As categorias de operadores de máquinas, técnicos de informática e guarda municipal, a proposta será de R$ 200,00. Os fiscais ambientais e de tributos, a proposta será de R$ 250,00.

Todas as categorias estão mobilizadas para o dia 17 de fevereiro, onde será lançada a Campanha Salarial 2016, com o slogan: Só Avança na Luta!

Para a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, todas as categorias envolvidas, tiveram a oportunidade de expor as condições de trabalho e apresentar também as demais propostas que serão encaminhadas e defendidas pelo sindicato.

No dia 12 de fevereiro, será entregue a pauta de reivindicações a Prefeita Francisca Mota, para que no dia 17 a gestão possa apresentar a contraproposta de revisão salarial 2016.

sinfemp.com.br

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário