Proposta de 10% da Prefeitura de Patos é aceita por servidores de nível superior

DSC07329Em assembleia geral realizada na tarde desta quinta-feira, dia 6 de fevereiro de 2014, no Auditório da Associação Comercial de Patos, onde foi discutida a revisão salarial dos servidores lotados na Secretaria de Saúde, foi aceita a proposta apresentada pela Secretária de Saúde, Illana Mota, no percentual de 10% a partir do mês de março do corrente ano pelos servidores de nível superior, no caso os enfermeiros, dentistas, farmacêuticos, bioquímicos, fonoaudiólogos, assistentes sociais, nutricionistas, fisioterapeutas e psicólogos.

DSC07333Outra vantagem foi à incorporação de 50% das gratificações no salário base desses profissionais, que passarão a ter R$ 2.189,00 na cabeça do contracheque e R$ 951,80 como gratificação. Isso para os dentistas, enfermeiros, inspetores sanitários, trazendo benefícios para o pagamento do 13° salário, 1/3 de férias, adicional noturno e futuramente com a aposentadoria. Além disso, a Prefeita se comprometeu em 2015 repassar mais 25% da gratificação e em 2016 mais 25% totalizando tudo no salário base.

DSC07335Já os assistentes sociais, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos, o salário base ficou em R$ 1.277,00 e mais uma gratificação de R$ 307,00.

Não aceitaram a proposta:

Os servidores que tem o salário mínimo e mais gratificação de R$ 430,40 não aceitaram que os 10% fosse  concedido apenas em cima das gratificações, a exemplo das auxiliares de saúde bucal, motoristas, recepcionistas, técnicos administrativos, técnicos de enfermagem, técnicos em prótese dentária, técnicos em laboratório, técnico em radiologia e auxiliares de serviços, onde foi constituída uma comissão que se reunirá nesta sexta-feira, dia 7, às 9 horas da manhã na sede do SINFEMP, para discutir a situação e fazer encaminhamentos junto a gestora municipal.  As categorias querem que os 10% seja em cima do salário mínimo e da gratificação. A Prefeitura alega que todos já tiveram o aumento do salário mínimo, enquanto os servidores de nível superior estavam com seus salários e gratificações congeladas desde 2012.

Garantia da isonomia salarial:

Os recepcionistas que ganham 310,00 como gratificação passaram a R$ 430,40 e mais o aumento de 10%, chegando a R$ 473,00. Os técnicos de enfermagem, auxiliares de saúde bucal, que tinham gratificação de R$ 399,20 também passaram R$ 430,40 e com o aumento foi para R$ 473,00.

Para a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, os avanços continuam e que esta situação dos servidores que  tem como base o salário mínimo irão lutar para melhorar a proposta de revisão salarial.

O vice-presidente do SINFEMP, José Gonçalves, declarou que o importante é que todos os servidores estão recebendo propostas que tem melhorado os seus salários e que as questões levantadas pelas categorias que ganham como base o salário mínimo tem sentido e irá lutar junto a gestão para melhorar a proposta salarial apresentada pela secretária de saúde Illana Mota. “O importante é que estamos avançando e melhorando as condições de salário e de trabalho dos servidores de Patos”, frisou o mesmo.

sinfemp.com.br

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário