Professores aceitam proposta de aumento salarial em Patos

Em assembleia geral realizada na úlDSC03861tima quarta-feira, dia 2 de outubro na Associação Comercial de Patos, os professores ativos e aposentados de Patos aceitaram a proposta de aumento salarial de 3% retroativo a 1° de setembro de 2013, conforme discutido na campanha salarial no mês de maio em Patos.

Inicialmente os professores que fizeram quinze dias de greve aceitaram a proposta de 5% e os 3% seria discutido em setembro, além da ampliação da carga horária de 25 para 30 horas semanais, garantindo 2/3 em sala de aula e 1/3 em atividades extra classe e de planejamento.

Na quarta-feira, dia 2, a Prefeita Francisca Mota recebeu a representação do SINFEMP e comissão de professores, onde na oportunidade se comprometeu em pagar os 3% em duas parcelas, sendo os meses de setembro e outubro no dia 30 de novembro e os meses de novembro e dezembro no dia 30 de dezembro de 2013. A proposta foi levada para a assembléia e foi aprovada por unanimidade.

DSC03949Além dessa discussão, a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, colocou a necessidade de atualização do PCCS da Educação e os problemas existentes no tocante as aulas de departamentos, pois tem alguns professores que não podem participar em determinados dias e está sendo colocado falta e feito o desconto e a e proposta é que seja flexível, tendo o professor as condições de participar em outro dia, evitando assim descontos em seus contracheques, onde a prefeita concordou com as duas reivindicações.

Carminha Soares ainda repassou informações sobre o Jantar dos Professores que será realizado no dia 18 de outubro de 2013, na Churrascaria o Rancho e disse que apenas os associados a entidade poderiam participar, sem direito a acompanhante.

O vice-presidente do SINFEMDSC03947P, José Gonçalves destacou os avanços obtidos este ano na campanha salarial e pediu que os professores comparasse no dia 30 de dezembro de 2013 o seu contracheque com o do dia 30 de dezembro de 2012 e calculasse o percentual de aumento e com certeza iria constatar que superou os 15% defendido pela categoria na campanha salarial.

O assessor jurídico do SINFEMP, Dr. Damião Guimarães repassou as informações sobre os processos que tramitam na justiça, da diferença do piso nacional do magistério, como também do rateio de R$ 678 mil reais do FUNDEB de 2011, conforme portaria 380 do MEC.

DSC03957sinfemp.com.br

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário