Servidores da saúde decidiram entrar em greve na cidade de Patos

DSC02773Dezenas de servidores públicos municipais de Patos compareceram a assembleia geral extraordinária convocada pelos três sindicatos representativos de diversas categorias na manhã desta sexta-feira, dia 30 de agosto de 2013, onde decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir do dia 10 de setembro.

A assembleia foi realizada na Associação Comercial de Patos, sendo dirigida pelos presidentes do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região – SINFEMP, Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate as Endemias  – SINDACSE, Sindicato dos Odontologistas do Estado da Paraíba, Delegacia Sindical de Patos.

DSC02771A Presidente do SINFEMP, Carminha Soares, fez a leitura do edital de convocação que tratava da greve a partir do dia 10 de setembro e em seguida colocou em votação, sendo aprovada por todos os presentes a proposta da greve por tempo indeterminado.

O Presidente da CTB/PB e vice-presidente do SINFEMP, José Gonçalves, disse que a greve vai ser deflagrada devido ao desrespeito com os servidores públicos do município por parte da prefeita Francisca Motta e a quebra do acordo firmado pela gestão com categorias dos servidores que lutam pela aprovação do Plano de Cargos, Carreira e Salários. José Gonçalves chegou a relatar que os servidores públicos da educação também vêm sendo desrespeitados pois está sendo imposto o deslocamento irregular de funcionários públicos.

DSC02758O presidente do SINDACSE, João Bosco Eleutério de Assis, enfatizou a necessidade da união dos agentes de saúde e de endemias, tendo colocado a proposta de greve sendo aprovada por todos os presentes no sentido de reverter o atual quadro, especialmente a garantia da aprovação do PCCS da mesma forma que foi aprovado no Conselho Municipal de Saúde.

A greve atingirá todos os serviços prestados pela secretaria de saúde, como PSF’s, Postos de Saúde, Agentes Comunitários de Saúde, Agentes de Endemias, Odontólogos, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, Pronto Atendimento Maria Marques (Jatobá), Vigilância Sanitária, dentre outros.

DSC02799Ao final da assembleia, as centenas de funcionários presentes  saíram em passeata pelas ruas de Patos e se concentraram em frente à Prefeitura Municipal, onde foi realizado um ato público.  Para José Medeiros, presidente do SINDODONTO, a prefeita Francisca Motta pode reverter à situação, pois todos os problemas vêm sendo causados pela própria prefeita que está deixando a desejar no seu slogan de “Prefeita da Saúde”.

Compareceram a assembleia e mobilização os vereadores Toinho Nascimento-PV e Diogo Medeiros-PSB, apoiando o movimento.

Os servidores tem reunião marcada para o dia 4 de setembro, às 17:00 horas na sede do SINFEMP, para definir o comando de greve e discutir os últimos preparativos para a greve a partir do dia 10 de setembro no Município.

sinfemp.com.br

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário