Secretária de Educação Adalmira Marques quer que servidor da educação trabalhe 8 horas e os que trabalham à noite, complemente carga horária nos turnos da manhã ou tarde.

A Secretária de Educação de Patos, Adalmira Marques quer impor um horário de 8 horas aos servidores da secretaria e os que trabalham a noite, terem que “complementar” a carga horária nos turnos manhã ou tarde, infringindo o que determina a lei, pois o horário da noite inicia as 18:00 horas e encerra ao término das atividades escolares.

O SINFEMP irá mobilizar a categoria para uma assembléia geral no dia —- com todas as auxiliares de serviços, vigias, técnicos administrativos, motoristas e demais servidores lotados na Secretaria de Educação para discutir a situação e ao mesmo tempo tirar encaminhamentos no campo jurídico e na mobilização, realizando paralisação, com ato público em frente à sede da própria secretaria, como também na Prefeitura de Patos.

A presidente do SINFEMP, Carminha Soares, afirmou que a forma como vem agindo a Secretária de Educação, é um verdadeiro retrocesso para os servidores municipais, que conseguiram muitos avanços, inclusive manter a carga horária de 6 horas corridas na referida secretaria e ao mesmo tempo vai de encontro ao que afirmou a Prefeita Francisca Mota, que afirmou na campanha que as conquistas dos servidores seriam mantidas e que iria ampliar esses direitos, mas está acontecendo tudo ao contrário.

Já foi definida a assembléia geral com todas as auxiliares de serviços, merendeiras, técnicos administrativos, vigias, para assembléia geral dia 18 de junho de 2013, as 16:00 horas no Auditório da Associação Comercial de Patos.

O SINFEMP não vai aceitar retrocesso e que os servidores da educação passem a trabalhar 8 horas como quer impor a secretária de educação de Patos.

Para o vice-presidente do SINFEMP, José Gonçalves, os servidores têm que ir as ruas repudiarem essa atitude pequena por parte da Secretária de Educação e além disso, exigir a isonomia salarial em relação aos demais servidores. “ Não vamos permitir retrocesso em Patos em nenhum aspecto”, frisou o mesmo.

sinfemp.com.br

 

Comente com o facebook

Comentários

1 comentário em “Secretária de Educação Adalmira Marques quer que servidor da educação trabalhe 8 horas e os que trabalham à noite, complemente carga horária nos turnos da manhã ou tarde.”

  1. põe ela pra trabalhar oito horas diárias também, porque esses secretários de porcaria de prefeitura não fazem nada mesmo.

Deixe uma resposta