Professores de Malta com salários atrasados

Os professores municipais de Malta, continuam com seus salários atrasados, referentes ao mês de março de 2012, conforme denúncia feita pelo SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região.

O presidente do SINFEMP, José Gonçalves afirmou que não justifica o atraso no pagamento de salários, pois a Prefeitura recebeu o repasse integral do mês de março apenas do FUNDEB no valor de R$ 109.205,68 e mais as parcelas dos dias 10 e 20 de abril no valor de R$ 73.928,04 totalizando os dois meses, só de FUNDEB R$ 183.133,72.  Já Incluindo FUNDEB e FPM, o Município recebeu R$ 572.874,21 em janeiro; R$ 621.180,62 em fevereiro; 448.383,42 em março e R$ 326.139,25 até o dia 23 de abril de 2012.

Gonçalves afirmou que será realizada uma reunião com os professores , onde podem decidir por paralisação por tempo indeterminado, além de mais uma vez entrar com ações na justiça para bloquear os recursos do FPM e FUNDEB.

O sindicalista adiantou que em Malta, apenas o prefeito, vice-prefeito, secretários e vereadores estão com seus salários em dia, mas os professores que verdadeiramente trabalham o gestor esquece de pagar os seus salários.

O SINFEMP afirmou que já existe uma decisão da justiça determinando que o pagamento seja feito até o quinto dia útil do mês subsequente, já comunicou o atraso, mas não foi tomada nenhuma providência para o bloqueio desses valores. “Enquanto a justiça não bloquear esses recursos e entrar com ações de improbidade administrativa contra os prefeitos que não gostam de pagar aos trabalhadores municipais, eles irão continuar brincando com as leis desse País”, frisou Gonçalves.

Gonçalves adiantou ainda que o FUNDEB não sofreu nenhum tipo de bloqueio no município, desconhecendo a razão para o atraso de salários dos professores.

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário