Professores de Areia de Baraúnas sem aumento salarial

Os professores municipais de Areia de Baraúnas não receberam aumento salarial até o momento por parte da gestora municipal.

O presidente do SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, José Gonçalves, enviou oficio com AR- Aviso de Recebimento, desde o início do ano, colocando a necessidade de se conceder o aumento salarial retroativo a 1° de janeiro de 2012.

O sindicalista adiantou que a Prefeitura Municipal de Areia de Baraúnas, recebeu no mês de janeiro o valor de R$ 474.663,31. Em fevereiro, R$ 476.256,79. Março, R$ 368.295,78 e até o último dia 16 de abril o valor de R$ 205.503,64. Fazendo a soma dos últimos três meses e dividindo por três, a média de recebimento do FUNDEB e FPM ficar em R$ 439.738,60 tendo condição suficiente de ser concedido aumento para todos os professores municipais.

Dos 21 municípios da base territorial do SINFEMP, apenas Cacimba de Areia e Areia de Baraúnas, ficaram sem mandar projetos de lei para as Câmaras Municipais, concedendo aumento para os professores e os dois gestores serão acionados na justiça para cumprir a lei 11.738/2008 que determina o pagamento do piso nacional para a categoria.

O SINFEMP pretende realizar uma assembleia geral com todos os professores e uma caminhada pelas principais ruas da cidade na luta pelo aumento salarial para a categoria, além de acionar a justiça para garantir o reajuste de acordo com o índice do governo federal.

Gonçalves adiantou ainda que o piso é lei e que deve ser cumprido integralmente sem necessidade de reuniões com os gestores municipais. “O piso é lei e hoje se iguala a lei do salario mínimo nacional, não tendo justificativa do não cumprimento por parte dos gestores municipais”, frisou o mesmo.

Comente com o facebook

Comentários

Deixe uma resposta