Garis de Cacimba de Areia denunciam perseguição política

Uma comissão de garis esteve na tarde de terça-feira, dia 9 de abril de 2013, na sede do SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, para denunciar as perseguições políticas que vem sofrendo por parte do Prefeito Orisman Ferreira e pelo Secretário de Infra-estrutura, Emerson Pereira Cavalcanti, em mudar o horário de trabalho, não oferecer condições dignas de trabalho, a exemplo de EPI – Equipamento de Proteção Individual, colocar garis que votaram favoravelmente no atual gestor para outras secretarias, a exemplo da gari Maria do Socorro Alexandre, que foi designada para o Conselho Tutelar e trabalha apenas um horário.

Os garis reclamam que fazem a limpeza da cidade no turno único, mas trabalham também aos sábados, para recompensar as tardes, em virtude da alta temperatura nesse período.

Os garis Solange Xavier de Sousa, João Pereira da Silva, Ana Paula Araújo Monteiro, Florisvaldo Alves Ferreira e Fabíola Alves Ferreira Xavier, são os prejudicados, que inclusive chegaram a participar de um treinamento sobre o uso do EPI, mas na verdade não foi entregue nada do material. Por incrível que pareça, foi entregue um diploma a cada um assinado pelo prefeito, pelo secretário de infraestrutura, que inclusive é militar e dizem que está assumindo cargo comissionado e pelo agente administrativo, Walcellony Peixoto Benício de Sá, que dizem que trabalha um dia e outro não, mesmo assim, foi um que ministrou o curso.

O SINFEMP juntamente com os garis, encaminhará denúncia ao Ministério Público da Comarca de Patos, para serem convocados todos os responsáveis pela ação de perseguição, como também a prestação de contas do curso que foi dado aos garis, onde os mesmos até o momento sequer receberam o equipamento de proteção individual.

Os garis de Cacimba de Areia, mesmo trabalhando com lixo, não recebem insalubridade, o que será acionado também a justiça para reverter à situação. Além disso, estão comprando vassouras para varrer as ruas, pois nem isso a Prefeitura fornece.

Para a Presidente do SINFEMP, Carminha Soares, a maior dificuldade em Cacimba de Areia é a falta de atitude do atual prefeito, que terceiriza a gestão, as decisões e não resolve nada. “ Lamentável nas reuniões que participamos com ele é que o mesmo não decide nada e tudo é resolvido pelo ex-prefeito e secretários que a todo tempo querem prejudicar os servidores municipais”, frisou a sindicalista.

Carminha ainda adiantou que os servidores de Cacimba de Areia na gestão anterior sempre sofreram com salários atrasados e agora os salários estão em dia, mas as perseguições são enormes.

Sinfemp.com.br

 

 

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário