Servidores da saúde de Patos devem levar documentos para ação do 13º salário

A presidente do SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, Carminha Soares, está solicitando de todos os servidores da Secretaria de Saúde de Patos que não receberam o 13º salário integral, procure a sede da entidade, localizada na Praça Edivaldo Mota, 63, centro, a partir do dia 15 de janeiro, para entrar com ação de cobrança contra o município.

No entendimento de Carminha, todos os servidores têm direito a receber o 13º salário em cima de toda a sua remuneração, envolvendo as gratificações de produção, até porque desconta o Patos Prev em cima de tudo e, no entanto foram surpreendidos com recebimento com base no salário base.

Os servidores não apenas da saúde, mas alguns da secretaria de educação que recebiam gratificações, também devem procurar a entidade, para assinar a procuração e juntar os seguintes documentos: cópias do CPF, identidade, portaria de nomeação, carteira do sindicato, contracheques dos meses de janeiro, junho e dezembro de 2012, contracheque do 13º com o valor que foi pago. Caso os servidores não disponham desse último contracheque, juntar os anteriores, para comprovar que durante todo o ano receberam diferente do valor pago do 13º salário.

Carminha frisou que as ações serão individuais, pois os valores diferenciam de um servidor para outro, como também a tramitação é mais rápida e o próprio servidor tem como acompanhar toda a tramitação do processo. “A ação coletiva demora mais e na maioria das vezes o próprio associado fica imaginando que a culpa é do advogado ou da nossa entidade sindical, quando, no entanto é da própria justiça e o processo individual tem mais agilidade e o servidor acompanhará no dia-a-dia”, destacou a mesma.

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário