SINFEMP realiza grande manifestação conta a PEC 55 e o governo Temer

20161111_102427O SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, realizou na manhã desta sexta-feira, dia 11, uma grande manifestação  contra a PEC 241/55 e o governo golpista de Temer, que a cada dia retira direito dos trabalhadores e do povo brasileiro.

A concentração foi em frente a sede da entidade, localizada na Praça Edivaldo Mota, Centro e em seguida percorreu diversas ruas, culminando com um ato público em frente a sede da Prefeitura Municipal de Patos.

Para a presidente da entidade, Carminha Soares, além do repúdio a política adotada pelo governo golpista de Temer, também foram denunciados os gestores municipais que continuam negando os direitos dos servidores e alguns perseguindo, como é o caso de Santa Luzia, onde uma das secretárias ameaçou os servidores com o corte do ponto e desconto dos dias parados, o que não intimidou os mesmos de participarem da paralisação.

Carminha fez um alerta para os prejuízos, não apenas em salários, mas nos investimentos em educação, saúde e as políticas públicas que vinham sendo mantidas pelos ex-presidentes, Lula e Dilma e agora que estão sendo desfeitas pelo governo golpista de Temer. “Esse Temer vai acabar com as aposentadorias, em especial das mulheres, pois quer aumentar para 65 anos, quando ele se aposentou aos 55 anos e, além disso, acabar com todas as políticas públicas, aumentando a pobreza e a miséria do povo brasileiro”, disse a mesma.

O sindicalista José Gonçalves, presidente da CTB- Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil na Paraíba e vice-presidente do SINFEMP, reafirmou a disposição de luta dos trabalhadores e do povo brasileiro, que não irão recuar enquanto não ver o golpista Temer fora do poder.

Gonçalves denunciou ainda as perseguições por parte de alguns prefeitos e secretários, que mesmo tendo perdido a eleição, como é o caso de Santa Luzia, estão aproveitando os últimos dias para maltratar a categoria, que a cada dia são desmoralizados, pois os servidores não devem o seu emprego a arrumadinho político e sim através de concurso público.

A luta não vai parar e no dia 25 de novembro, outras manifestações poderão acontecer em nosso País e que serão seguidos pelo SINFEMP e demais trabalhadores.

Comente com o facebook

Comentários

Deixe uma resposta