SINFEMP apresenta pauta de reivindicações ao Prefeito Lenildo Morais

Em audiência realizada na última quinta-feira, dia 22 de setembro de 2016, depois da exitosa paralisação dos servidores públicos municipais de Patos, o SINFEMP teve audiência com o Prefeito Lenildo Morais, onde foi apresentada uma pauta de reivindicações, sendo atendido de imediata algumas demandas, tais como a implantação da jornada de 30 horas semanais para a enfermagem a partir do dia 1 de outubro, além de serem formadas as comissões para a implantação das progressões horizontais e verticais dos servidores da saúde e professores que desde o ano passado foram entregues e não foram implantadas.

Outro ponto discutido foi o pagamento da diferença do FUNDEF e FUNDEB de janeiro de 2003 a dezembro de 2007 a todos os professores que trabalharam nesse período, onde o prefeito se comprometeu a pagar assim que chegar o recurso previsto para chegar no dia 13 de dezembro do corrente.

No tocante ao pagamento dos servidores do quadro efetivo, aposentados e pensionistas, será feito grande esforço para pagar no dia 30 e para isso está exonerando cargos comissionados, para reduzir despesas, além de deixar para pagar aos fornecedores, alugueis para depois do pagamento em primeiro lugar desses servidores municipais.

Outra reivindicação do SINFEMP foi a necessidade de encaminhar um projeto de Lei para a Câmara regulamentando as seis horas corridas para todos os servidores municipais, como também de revisar o estatuto do servidor público, PCCS do Magistério e criar planos para as categorias que ainda não tem a exemplo de supervisores, coordenadores, assistentes sociais, psicólogos, dentre outras.

A isonomia salarial, pagamento das gratificações e insalubridade dos Agentes de Combate as Endemias em cima do salário base de R$ 1.014,00 e condições dignas de trabalho foram discutidas, pois está faltando até papel higiênico e material de limpeza em praticamente todos os locais de trabalho.

Foi solicitada ainda uma discussão com a Junta Médica do Município para humanizar o atendimento, respeitar os atestados médicos que os médicos especialistas emitem para os pacientes, além de definir um horário pela manhã, com a presença dos três profissionais.

Já em relação ao pagamento do PMAQ aos servidores da saúde, foi solicitada a relação dos beneficiados, os termos de adesão de cada unidade de saúde e valores, além do pagamento que deve ser feito imediatamente.

 

Comente com o facebook

Comentários

Deixe uma resposta