SINFEMP mobiliza para  Greve Nacional da Educação de 15 a 17 de março

IMG_20160224_162708627 (1)O SINFEMP – Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, está visitando todos os locais de trabalho, escolas e creches de Patos e demais municípios de sua base territorial para a Greve Nacional da Educação que acontecerá nos dias 15, 16 e 17 de março de 2016 em todo o País.

As principais reivindicações dos trabalhadores e trabalhadoras da educação na região passa pela implantação dos 11,36% do piso nacional do magistério, pois muitas prefeituras insistem em não respeitar a lei 11.738, pela imediata das progressões horizontais e verticais, pela jornada de 30 horas semanais, pela revisão e atualização do PCCS do Magistério, pela construção do PCCS dos servidores de apoio e demais profissionais do magistério, condições dignas de trabalho, pela climatização de todas as escolas e creches, pela segurança nos locais de trabalho, pelo rateio da diferencia do FUNDEF  e FUNDEB de 2003 a 2007, pelo pagamento de 1/3 de férias no mês de janeiro de cada ano, pela garantia do transporte gratuito para professores e alunos, pela  implantação de gratificações para as auxiliares de serviços e demais servidores de apoio, pela realização de concurso público e convocação dos aprovados, contra o parcelamento de salários, pela garantia da qualificação  profissional gratuita para os professores,  contra o assédio moral  nos locais de trabalho, contra a perseguição política nos municípios e pelos 10% do PIB para a Educação.

IMG_20160224_162231704 (1)Para a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, a paralisação dos 3 dias é uma demonstração de organização e coragem de todos os professores e demais servidores da educação, que querem melhores condições de trabalho e de salários e que nestes dias serão realizadas manifestações e reuniões para discutirem e fecharem a proposta do PCCS do Magistério para todas as categorias.

No dia 15 de março será realizada uma manifestação de todos os trabalhadores e trabalhadoras da Educação e demais servidores municipais, envolvendo todas as secretarias em Patos com concentração as 08:00 horas da manhã na sede do SINFEMP e em seguida caminhada até a Prefeitura onde será realizado um ato público e em seguida audiência com a gestão municipal.

O presidente da CTB- Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil na Paraíba e vice-presidente do SINFEMP, José Gonçalves, os prefeitos e prefeitas estão se aproveitando da crise para dizer que não tem como conceder aumento salarial para os professores e demais servidores, mas no entanto, mantém uma folha com comissionados e contratados que muitas vezes supera a folha  de pagamento dos servidores efetivos.

sinfemp@ig.com.br

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário