SINFEMP não aceita redução de percentual do PMAQ em Patos e exclusão de servidores

SINFEMP DEFENDE MANUTENÇÃO DAS AUXILIARES DE SERVIÇOS, RECEPCIONISTAS E VIGIAS PARA RECEBIMENTO DO PMAQ E É CONTRA REDUÇAO DE 70% PARA 50% PARA PAGAMENTO AOS REFERIDOS SERVIDORES DE PATOS.

O SINFEMP se manifesta pela manutenção do pagamento do PMAQ a todos os servidores da saúde, Médicos, Dentistas, Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, Auxiliares de Saúde Bucal, profissionais do NASF, Educadores Físicos, Agentes Comunitários de Saúde, mantendo as auxiliares de serviços, vigias e recepcionistas, em virtude da Prefeitura ter contemplado esses trabalhadores desde o início do programa.

No tocante a redução do percentual de 70% para 50% para pagamento de pessoal, também somos contrários, por entender que a Prefeitura já dispõe de 30% e que o investimento não aparece sequer com esse percentual, pois falta praticamente tudo, desde material de limpeza, uso de descartáveis, passando por equipamentos de proteção individual (EPI), dificultando assim à prestação de um bom atendimento a população.

A crise na saúde não é de responsabilidade dos servidores de Patos e sim da gestão e o maior exemplo foi a reprovação do relatório financeiro de 2014, pelo Conselho Municipal de Saúde, constatando que os recursos oriundos do governo federal não foram aplicados corretamente.

Neste sentido, somos contra a redução do percentual e ao mesmo tempo, conclamamos todos os servidores para nos mobilizarmos, irmos as ruas, a Prefeitura, a Câmara Municipal de Patos, para solicitar a todos os vereadores, que não aprove nenhum projeto que reduza salários e vantagens dos servidores municipais de Patos.

Já existe a lei e precisa apenas ser cumprida, ou seja, pague o PMAQ em cima dos 70% e aplique os 30% nas unidades de saúde. Isso é que deve prevalecer e não reduzir valores de quem já ganha pouco.

Não a redução do percentual do PMAQ! Por uma saúde pública, gratuita e de qualidade! Pelo fortalecimento do SUS! Pelo respeito aos direitos conquistados pelos servidores municipais! Por condições dignas de trabalho e de salários! Nenhum servidor com direito a MENOS!

Maria do Carmo Nunes Soares

Presidente

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário