Luta pelas 6 horas corridas é deliberada em assembleia do SINFEMP

Em assembleia realizada ontem (05.10.2015), na Associação Comercial de Patos, o SINFEMP
– Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, foi aprovada a proposta apresentada pela entidade de todos os servidores municipais de Patos trabalharem seis horas corridas, ou seja, das 08:00 às 14:00 horas.

Os argumentos apresentados pela entidade aos servidores, foi levada em consideração que a Prefeitura Municipal de Patos, o Centro Administrativo e outras repartições públicas já trabalham no horário das 08:00 às 14:00 horas, além dos servidores da educação, como também os agentes de saúde e de combate as endemias e com isso, deve ser garantida a mesma carga horária.

A entidade também destacou a importância do atendimento as comunidades, pois as unidades de saúde fecham no horário do almoço e com horário corrido, todos terão acesso para o atendimento, não reduzindo assim o número de atendimentos.

Alem dessas constatações, a entidade apresentou a redução de despesas por parte da Prefeitura com água, energia e material.

O SINFEMP também fará um trabalho junto às associações comunitárias e para isso foi convidado o presidente da UAC- União das Associações Comunitárias de Patos e Região, José Ilton, onde ficou deliberada cinco plenárias nas áreas para discutir a proposta do horário corrido com todos os presidentes e associados.

Para a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, além dessas discussões com os servidores e comunidade, também será discutida a proposta com o Ministério Público Federal no tocante ao ponto eletrônico e ver a melhor maneira de atender as demandas dos servidores sem comprometer o bom atendimento a população, aos usuários. “Diversos municípios estão trabalhando em horário corrido, até porque as demandas na parte da tarde nas unidades de saúde, praticamente não existem”, afirmou a mesma.

Os serviços de urgência continuarão funcionando normalmente, através de plantões, que também devem ser reduzidos para cada servidor, sem comprometer o atendimento.

sinfemp.com.br

 

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário