Prefeito de Olho D’água paga apenas o salário base aos servidores municipais

DSC03285O SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, realizou assembleia geral com os professores e demais servidores municipais de Olho Dágua e comprovou que a maioria dos servidores ganham apenas o salário mínimo e no tocante aos professores ainda não ganham em sua maioria o piso nacional de acordo com a lei 11.738/2008.

Uma auxiliar de serviços com 24 anos tem apenas um salário de R$ 724,00. Um coveiro com 9 anos de serviço ganha apenas R$ 724,00 não recebendo a insalubridade que deve ser no mínimo de 20%. Uma professora com 5 anos ganha apenas R$ 983,01.  Uns tem direito ao quinquênio, outros servidores não recebem nada.

Para a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, a maior dificuldade no município de Olho D’água é dialogar com o prefeito municipal, pois ninguém encontra o mesmo no município, os secretários são orientados para não responderem as demandas da categoria e o sindicato tem como única alternativa entrar com as ações na justiça, esperando solucionar os problemas dos servidores municipais.

Existem mais de 300 ações na Comarca de Piancó contra a Prefeitura de Olho D’água, tendo alguns servidores já recebidos salários atrasados deixados pelos gestores anteriores, mas que precisa avançar mais para ser cumprido o que determina a lei.

O pagamento da insalubridade, periculosidade, adicional noturno, quinquênio para todas as categorias, um terço de férias, licença-maternidade de 6 meses, dentre outras reivindicações da categoria e um plano de cargos, carreira e salários atualizado, são as principais demandas no momento.

Além disso, o prefeito ainda atrasa salários dos servidores, pois paga em dia apenas os professores municipais.

Foi escolhida uma comissão composta por servidores de todas as categorias que irá se reunir no prazo de 30 dias para analisar a situação e encaminhar a luta no município.

sinfemp.com.br

DSC02852 DSC02860 DSC02869 DSC02875 DSC03285 DSC03287 DSC03290

Comente com o facebook

Comentários

Deixe uma resposta