SINFEMP faz reunião com prefeito de Condado e fecha acordo para pagamento de salários atrasados dos servidores municipais

O SINFEMP – Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, realizou assembléia geral com os servidores públicos municipais de Condado, onde foi discutido os salários atrasados, referente aos meses de novembro, dezembro e 13° salário de 2012, deixados pelo ex-prefeito Eugênio Pacelli.

A assembléia contou com a participação dos associados à entidade, como também do atual prefeito Caio Paixão, do Assessor Jurídico da Prefeitura Dr. Taciano Fontes, além da presidente do SINFEMP, Carminha Soares e do Diretor Jurídico da entidade, Gilson Remígio.

A Prefeitura apresentou inicialmente duas propostas ao SINFEMP, que depois de colocada em discussão, a categoria fez uma proposta diferente, tendo sido deliberado e aceito pelo

prefeito o seguinte acordo:  o pagamento terá início pelo mês de dezembro, pois deixaram de receber 277 servidores, chegando a um valor de R$ 226.141,78. Os servidores que tem valores liquidos a receber, levando em consideração o salário de 2012, até R$ 599,99 receberão de uma única vez no final deste mês de março. Serão beneficiados 96 servidores dos 277 existentes. Os 181 restantes, que ganham acima desse valor receberão em 4 parcelas a partir do mês de abril. Já os 116 servidores que não receberam o mês de novembro, receberão no mês de agosto em duas parcelas, que são 38 servidores da saúde e 78 da folha do FUNDEB. No tocante ao 13° salário, que totaliza R$ 107.183,54 será parcelado em 3 vezes, iniciando em outubro e concluindo em dezembro de 2013. O prefeito anterior deixou um débito com os servidores no valor de R$ 416.867,00 para o atual pagar.

O Prefeito Caio Paixão afirmou que a única alternativa seria essa, pois o Banco não aceitou o empréstimo para pagamento dos servidores e o próprio Tribunal de Contas orientou em não fazer o empréstimo, pois poderia ser julgado por improbidade administrativa. O Prefeito disse ainda que durante o seu mandato os servidores poderiam ter a certeza de que os salários seriam pagos em dia e que não teria sentido pagar o atrasado e atrasar os salários atuais dos professores e demais servidores municipais.

A presidente do SINFEMP, Carminha Soares, colocou a proposta em votação, tendo sido aprovada por todos os servidores presentes.

Em seguida foi discutida a situação da carga horária das auxiliares de serviços da escola Sebastião Alves de Lima e o pagamento da insalubridade a alguns servidores da saúde e aos garis, tendo o prefeito se comprometido em resolver a situação.

Além de fazer o acordo dos salários atrasados, o prefeito Caio Paixão concedeu aumento aos professores no percentual de 7,97% a

todos, retroativo a 1° de janeiro de 2013.

 

sinfemp.com.br

Comente com o facebook

Comentários

Deixe uma resposta