SINFEMP faz reunião com servidores de Areia de Baraúnas debaixo de árvore

DSC01537O SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, realizou assembleia geral com todos os servidores municipais de Areia de Baraúnas em frente à Escola Municipal Severino Alves da Costa, em virtude da Prefeita não liberar o local para reunião e nem tampouco os servidores municipais para participar como assegura a lei.

A presidente do SINFEMP, Carminha Soares, enviou oficio com AR- Aviso de Recebimento, no mês de janeiro de 2013, solicitando o aumento de 20% para os professores, como também a liberação de todos os servidores para a assembleia que seria realizada no 19 de fevereiro e convidou a Prefeita Dequinha para participar da mesma. “Lamentamos que em pleno 2014 ainda exista gestores com esse perfil totalmente conservador e reacionário, chegando a extremidade de não liberar os servidores para uma reunião, no sentido de discutir os seus problemas e buscar solução”, desabafou a mesma.

Já o vice-presidente do SINFEMP, José Gonçalves afirmou que em 2012 muitos gestores que perseguiram os servidores municipais foram derrotados nas urnas e espera que aconteça o mesmo em Areia de Baraúnas, pois  tudo que é público está se tornado como propriedade privada na mão dos que estão no poder. “ Em Areia de Baraúnas os que estão no poder pensam que ainda estamos na época do Coronelismo, mas um dia estes senhores e senhoras, quando saírem do poder irão perceber as besteiras que fizeram contra os servidores e o povo”, destacou o mesmo.

Em Areia de Baraúnas, os servidores não recebem insalubridade, periculosidade, adicional noturno, muitos têm os seus pontos cortados, por falta de livro de ponto, servidores e professores que moram no sitio Serafina tem que pagar transporte no valor individual de R$ 150,00 para trabalharem no município, os professores ficaram sem aumento salarial em 2013, no percentual de 7,97%, dentre outras irregularidades.

Na última sexta-feira, o presidente da Câmara Municipal de Areia de Baraúnas, se prontificou a ceder o espaço para que as reuniões do SINFEMP não aconteçam mais no meio da rua, debaixo de árvores, cedendo para as reuniões dos servidores municipais.

A Diretoria da entidade já está alugando um imóvel para realizar suas atividades no município, instalando sua sede, para que possa dar o acompanhamento jurídico e político sindical aos associados.

Outra denúncia dos servidores é que uma parte tem contas no Banco do Brasil e mais de 30 servidores por perseguição política, a Prefeitura se negar a regularizar a situação, impedindo de fazer empréstimos junto a instituição e além disso, outros recebem depois do dia 15 do mês subsequente, quando o tesoureiro aparece.

No final foi escolhida uma comissão de servidores composta por mais de vinte membros que irão encaminhar as lutas juntamente com a direção da entidade no município.

sinfemp.com.br

DSC01499 DSC01508 DSC01513 DSC01524 DSC01533 DSC01537 DSC01541

Comente com o facebook

Comentários

Deixe um comentário