Servidores da Saúde de Patos não receberam diferença da insalubridade

Compartilhe!

O SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, recebeu diversas denúncias de servidores da saúde de Patos que não receberam a insalubridade em cima do salário base e outros que receberam, mas não foi colocada a diferença de janeiro, pois foi pago em cima do salário de R$ 880,00.

A presidente da entidade Carminha Soares encaminhará oficio e procurará a Secretaria de Saúde para discutir a situação, da devolução da diferença nos contracheque de março, como também a revisão salarial, onde está sendo solicitado um percentual de 20% em cima da remuneração de todos os servidores municipais.

Outra pauta que será tratada diz respeito a implantação das progressões horizontais e verticais que desde 2016 tem parecer favorável da comissão  e até o momento não foi implantada, prejudicando mais de 500 servidores municipais. “Já conversamos com o prefeito e pedimos que seja implantada essas progressões que estão asseguradas no Plano de Cargos, Carreira e Salários dos servidores da saúde e esperamos que seja resolvida essa situação o mais rápido, pois as categorias não podem continuar tendo esse prejuízo e o PCCS sendo descumprido”, destacou a mesma.

sinfemp.com.br

Comments

comments