SINFEMP quer o rateio dos 60% do FUNDEF para os professores de Patos e São José de Espinharas.

Curta!

O SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, vem na luta em defesa do rateio dos precatórios do FUNDEF para todos os professores ativos, aposentados e pensionistas, que trabalharam no período nos municípios de São José de Espinharas e Patos.

No Município de São José de Espinharas a gestora, inicialmente concordou com o rateio de 50% dos recursos recebidos pelo Município, mas na audiência apresentou apenas uma proposta de 30% não tendo sido aceita pela entidade, que mais uma vez reuniu e deliberou que aceitava 45%. Mas,  no entanto, a gestora se negou a fazer o rateio, depois do seu recebimento, o que está tramitando ação na justiça, tendo o sindicato recorrido para assegurar o bloqueio e o rateio dos 60%.

Em Patos o SINFEMP discutiu também em assembleia e a categoria concordou com a proposta do rateio em cima dos 60%  e cobrança dos honorários de 20%, tendo o atual prefeito Lenildo Morais, homologado o acordo, mas em virtude do surgimento de outras duas entidades sindicais, até o momento não foi julgado totalmente a ação, estando bloqueado os 100% dos recursos. As entidades chegaram a um acordo e apresentaram uma proposta na Justiça Federal, onde foi aceita, faltando agora o pronunciamento do advogado da União.

Para a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, o importante é que todos os professores recebam esses 60%, independentemente de outras questões politicas que por ventura venham surgir. “O SINFEMP defende os professores ativos, aposentados e pensionistas e queremos esse rateio, independentemente de quem estiver no poder e se for necessário vamos mobilizar toda a categoria”, assegurou a mesma.

O SINFEMP vem mantendo a categoria informada da tramitação da ação e espera que esse dinheiro seja direcionado para o rateio com os professores ativos, aposentados e pensionistas de Patos o mais rápido possível.

Comente com o facebook

Comentários